Da-lhe fotos

Padrão

Para as meninas no K1 que me enviam emails perguntando sobre o visto, coloquei um link lah embaixo no utilities, falando tudooooo!!!

Essa musica eh pro meu amiguinho Diego que mora em Nova York
ele ama essa musica!
Di!!!!! juizoooooooo, nunca desista dos seus sonhos!
To aqui pra te dar um empurrao, se precisar!
a tarde foi oteeeema! agora cah entre nos,
pratica o Sudoku pra ter revanche, hehehehhe bj!

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Uma coisa dificil eh tentar entender o ser humano, cada dia tah mais dificil. Porque serah que uma pessoa sai do seu circulo de amizade, sem dar explicacoes, deixa de falar com voce, sem voce ter feito nada? Aposto que muitos aqui sabem do que estou falando, pq muitos jah passaram por isso.

Nao que vah me causar rugas de preocupacao, naoooo! De jeito nenhum. Mas o que passa na cabeca das pessoas quando elas entram num circulo de amizade, e depois simplesmente sei lah porque saem desse circulo e tocam a vida como se nunca tivessem conhecido essas pessoas?? Sou eu doida?? Deve ter explicacoes, tem explicacoes pra tudo nessa vida, soh nao pra morte, como dizia minha voh. Entao eu tava tentando entender a Magui, pq ela entrou no meu blog, fez uma amizade legal, e de repente a dita sumiu, nao apareceu mais, deixei varias mensagens no blog dela. Eu heim…das duas uma, ou ela eh doida, ou ela anda pelos circulos das que nao tem nada pra fazer na vida, a nao ser falar da vida dos outros e devem ter colocado minhoca na cabeca dela. Pq aqui no meu blog escrevo o que bem entendo sem ofender ninguem, sou feliz, muito bem amada, acredito que passo coisas boas para todos que estao no meu circulo de amizade. Se alguem sai daqui chateado com alguma coisa, poderah perguntar exclusivamente para a pessoa mais interessada: EU!

Enfim…nem ia falar sobre isso, mas eu prefiro ser transparente. Ninguem vai colocar palavras que nao falei na minha boca. O ditado eh o mesmo: nunca pergunte aos porcos, vah diretamente ao chefe deles, porque a mensagem eh direta. Nao ouvi nada, nao sei de nada e ainda tentei pergunta-la se aconteceu alguma coisa, como ela ignorou, resolvi postar aqui o que penso de uma pessoa que entra por uma porta e sai pela mesma sem dar explicacoes, nao tenho secretaria e nem mando recados por ninguem, ou tambem posso estar errada e ela simplesmente nao quer mesmo visitar o povo, eh um direito dela. Tah falado!

Agora vamos tocar o bonde que aqui o negocio eh ser feliz!

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Casanova amou centenas de mulheres sem precisar de um telefonema sequer. Anaïs Nin viveu amores às pencas na Paris pré-celular, ela simplesmente flanava gostosamente
O glorioso inventor da ansiedade, Alexander Graham Bell (1847-1922), deve se arrepender até hoje da sua patente telefônica. (Como Santos Dumont, dândi brasileiro em Paris, que maldisse do seu próprio brinquedo ao vê-lo nos céus da guerra). Nestes tempos em que celular virou brinco, eternamente colado às “oiças” de madames, de moçoilas, de executivos e de modernos em geral, uma reflexão recente de dona Maria do Socorro, brava sertaneja, mãe deste que vos berra, vem como pílula mais do que apropriada: “Conheci teu pai, namorei, casei, engravidei de todos vocês, criei minha família, cuidei de tudo direitinho, graças a Deus não morreu nenhum… E nunca precisei dar ou receber um telefonema, nem unzinho mesmo!”.
A “nega”, que só pegou em um telefone depois dos 50 anos, anda revoltada com parentes e amigas que vivem grudados ao celular. “Tá todo mundo de pescoço torto, cabeça decaída para um lado, parecendo frei Damião, por causa dessa moda nova. Ora, voltem a pôr as cadeiras nas calçadas, na frente das casas, e vão conversar sem o diacho desses aparelhos.”
A máxima aceleração de ansiedade à qual dona Socorro submeteu os seus batimentos cardíacos foram os berros do carteiro. Nunca apertou, nervosinha, o Alt-F5 que faz disparar os corações da era do amor nos tempos do e-mail. Que muitas vezes não passa do spam da canalhice.
A lamúria da falta do telefonema do dia seguinte, protesto do novo código do bom-tom das moças, também é situação nunca dantes vivida. Sem a invenção do velho Graham Bell, o dia seguinte nascia sob aurora mais sossegada.
Tudo dependia mesmo da dramaturgia do encontro. A onipresença amorosa e/ou comercial instaurada com o celular não era coisa deste mundo. Uma carta, no máximo, poderia ser uma estratégia, garrafa atirada ao mar de tantas Penélopes.
Um recado pelo rádio também valia, mas para casos de sumiços de verdade -cheguei a ser sub do sub-redator de programa do gênero, comandado pelo locutor Gevan Siqueira, na rádio Vale do Cariri, em Juazeiro, com recados amorosos e novelinhas à moda de “Tia Júlia e o Escrevinhador”, de Vargas Llosa.
Deixemos de ser plantonistas do mundo. No amor, assim como nos negócios, não somos tão importantes a ponto de alimentar essa onipresença digital. Casanova amou centenas de mulheres sem precisar de um telefonema sequer. Anaïs Nin viveu amores às pencas na Paris pré-celular; em vez de papo furado, ela simplesmente flanava gostosamente pelos bares e cafés. No dia seguinte, não carecia de telefonemas, apenas de sono e água fresca e rodelas de pepino para apagar as olheiras.
No mundo dos negócios, Antônio Ermírio de Moraes e outros tantos colegas do PIB das antigas também construíram seus impérios sem essa maldição da telefonia móvel.
Quer jogar conversa fora, faça como a velha recomendação de um Jeca Tatu: “Mate uma galinha gorda no domingo e me convide para comer”.
—————————————-
XICO SÁ, jornalista, edita o site de crônicas de costumes O Carapuceiro

Image Hosted by ImageShack.us
Sai feito turista, parando o carro e batendo foto, mas aqui tem tanta coisa linda, que nem sei o que fotografar primeiro.
Olha que coisa mais linda esse entardecer, fiquei ali pensando o que serah que aquela mulher tava pensando, pode?? eh lindo demais vc assistir o por do sol aqui, sua cabeca viaja a mil por hora. Soh agradeco a Deus e meu love por viver aqui.
Todas essas fotos eh da rua que moro.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Essa palmeira eh muito comum aqui, nao parece coisa de indio?
ou fantasias de carnaval? 🙂 sao lindissimas!!!
E essa estah bem aqui em casa hehehehehe
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

As famosas plumerias, isso tem um cheiro delicioso, outra coisa que fico admirando
as plumerias dao em cachos, e se parecem com buques de noiva.
Eh soh cortar um cacho e ir direto pra igreja, nao eh lindo??
Image Hosted by ImageShack.us

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s