Coracao brasileiro, mas vivo na America e dai?

Padrão

Nao reparem meu TP, to apanhando mas um dia chego lah.

Bom pessoar, aproveitando o gancho do post da nossa amiga Dy, vai aqui a minha experiencia em viver em outro pais, casar-se com americano e sobre adaptacoes.

Minha experiencia nao estah sendo tao diferente da que a Dy passou e passa. Primeira coisa foi o preconceito da minha familia, me acharam louca largar toda uma vida para morar em outro pais, que nem o idioma falava direito, outra: me casar com americano que tem fama de ser “iceberg”

Primeiro que minha familia sempre foi cada um por si e Deus por todos, todo mundo eh pobre e nao tem nenhum conhecimento de vida fora do pais, geralmente nunca apoiaram nenhum progresso meu, vou sentir saudade de que?

Sinto saudade dos poucos amigos que deixei lah, dos shoppings, da 25 de marco!!!! a medicina lah eh uma m%#$@, mas se comparar com a daqui, prefiro a de lah, digo sempre em meus posts, todo paraiso tem seus problemas. A medicina aqui deixa a desejar.
Me libertei daquele Faustao, Gugu, novelas (como disse a Dy, soh tem traicao) sai que esses olhos nao te pertence!!! BBB, eu heim… que povim futil, aquele Bial horroroso querendo se fazer de gala, to fora!

Vamos falar de homem americano: Sao frios?? simmmmm, as mulheres tambem! Soh que os homens sao mais fieis, mas responsaveis, mais companheiros, nao sao machistas, mas aquele negocio de chamego nao eh com eles nao. Soh que ai vem o sangue latino, arretado e sempre dah um jeitinho de americano se abrasileirar, pelo menos o meu foi assim. Gostava de ser beijado, mas para ele beijar tinha que marcar missa, ateh que um dia dei-lhe um arroxo que o bichinho agora vive pendurado no meu beico, nesse aspecto tah melhor que brasileiro (uiiiiii que os edredons jah nem tem mais lado direito e avesso, heheheheh)
Americano nao eh mao de vaca, pelo contrario, soh pensam no hoje, cruiz credo, para eles o que interessa eh hoje, amanha eh amanha, por isso que aqui tem muito emprego, porque o americano mesmo nao gosta de trabalho pesado, nos que jah viemos da senzala, chega aqui, se trabalhar ve a cor das verdinhas, entao vamos que vamos.

Preconceito aqui ainda nao passei por nada, pelo contrario, na Holanda sim desceram o sarrafo nos brasileiros, aqui todos ficam muito curiosos quando sabem que sou Brasileira, ninguem aqui fala mal, pelo contrario, assim como pro Brasileiro o Hawaii eh coisa de postal, aqui eh a mesma coisa o Brasil para os Hawaianos e Americanos (estou dizendo do povo no Hawaii) nao sei em outros estados. Eles me perguntam se gosto daqui, quais as diferencas entre o Brasil e o Hawaii, a maioria diz: Brazil???(com sotaque de gringo) Brazil is so beautiful!!!!
e eu digo: sim, e eles me perguntam se temos furacoes, terremotos, tsunami e eu digo: Nooooooo, the problem there is only corruption and to much poor people. E eles fazem cara de tristes,dizem que problemas politicos tem em todo lugar. Mas sinto que aqui eles gostam muito do Brasil, muitos jah visitaram o Brasil e soh dizem coisas boas e que ainda irao voltar.

Muito bem, somos brasileiros e o fato de mudarmos de pais nao nos tira o direito de descer o sarrafo quando eh necessario, nao vou pintar meu pais de azul, pq ele eh cheio de problemas e isso nao eh segredo pra ninguem, mas tambem tem coisas bonitas. Alias, bem que poderiam mudar o lema da bandeira brasileira, nao eh nao?? Porque de ordem e progresso nos estamos muito longe.
Mas as vezes me bate saudades sei lah de que e abro o berreiro, talvez porque por mais a vontade que possamos nos sentir aqui, sempre ha alguma dificuldade que temos que superar, eh diferente de voce estar no pais que voce nasceu e foi criada, voce sabe lidar melhor com os problemas, todo mundo fala a mesma lingua. Em outro pais, voce eh que tem que se adaptar a lingua deles, principalmente aqui, que americano nao faz o menor esforco em querer falar outro idioma, porque eles fazem questao de dizer que ingles eh o idioma universal para que eles irao se dar o trabalho de aprender outro?? cah pra nos, nao eh segredo que os americanos se acham o melhor do mundo eh?? abafa o caso!

No Brasil, posso dizer que carrego comigo experiencia de vida, do resto nao conquistei nadinhaaaaa…soh tive dividas, pobremas a dar com rodo, hoje daqui de fora, vejo que nos meus quase 36 anos de vida, dah para contar nos dedos de uma mao, felicidades que conquistei. Porque coisa material, nada vezes nada.

Aqui no Hawaii, sou bem recebida em qualquer lugar, as pessoas sao solidarias, quando notam que tenho dificuldade com o idioma procuram me ajudar, falam que quando eu nao entender para perguntar ou pedir para eles falarem mais devagar. Eles me perguntam como se falam varias coisas em portugues, se perdem com a pronuncia do meu nome, eh um tal de Sendra, Sundra, Sendy e por ai vai. o nome do Rapha entao, para eles R tem soh de H e o H tem som de R, aqui temos que explicar esses sons para que eles consigam falar a coisa certa.

Ainda nao fomos ao Brasil, a prioridade agora eh comprar nossa casa, somos pessoas comuns, trabalhamos , pagamos aluguel e nao somos ricos, por favor nao me pecam dinheiro! heheheheheh
Mas com certeza quero levar meu marido e meus filhos ao Brasil.

Agora uma coisa aqui posso dizer que detesto: os Brasileiros! nao em geral, mas a maioria dos brasileiros quando atravessam a catraca do aeroporto de cumbica, jah se sentem americanos, Deus me livre!!! ao inves de se unirem porque somos conterraneos, pelo contrario, sao concorrentes, alguns nao sao patriotas, outros soh faltam descer o safanao quando voce fala mal do brasil, porque alegam: se voce deixou o pais nao tem direito de falar mal. Quer saber? sou brasileira, falo bem e mal quando eu quiser, o fato de sair do pais nao me tira o direito de ir e vir, e falar o que eu quiser, seja bem ou mal. Nasci lah, posso nao morrer lah, mas quem pode dizer o que tenho ou nao direito??

Resumindo a missa que tah longa: Gosto de viver aqui nesse paraiso mesmo com problemas, mas esses problemas nao me impedem de crescer, coisa que no Brasil tentei 34 anos e nao cresci nem pros lados,amo o Brasil, sei do que eh bom e o que eh ruim, nao vou arriscar levar meu marido daqui para viver lah sem necessidade, aqui estou conseguindo dar um futuro para meu filho que com certeza lah nao conseguiria. Mas caso eu precise voltar, ou decida viver lah novamente, irei com cara e coragem, pq eh assim que os filhos sao, criamos asas, desbravamos o mundo e as vezes voltamos pra casa.

Respondendo a notinha da Dy:

– Ainda estou passando e acho que sempre passarei por adaptacoes
– nao tenho tudo resolvido, pelo contrario, acho que ainda tenho uma vida para resolver tanta coisa, ainda mais quando se eh imigrante, a vida inteira muda.
– nao discordei do que a Dy disse, todos vivem experiencias diferentes na vida, nao podemos enxergar com os olhos dos outros, nao podemos ser julgados porque nem todo mundo enxerga igual.
Tah falado!

Image Hosted by ImageShack.us
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s